sexta-feira, 19 de janeiro de 2007

Renascer na prisão

Como cristão e cidadão tenho acompanhado o caso "Renascer", Estevam Hernandes e Sônia devem estar passando pelos momentos mais tenebrosos de suas vidas. Lembro-me de Davi, não porque derrotou um gigante, ou por ter sido um grande rei de Israel, mas lembro-me devido ao seu grande pecado, o adultério com Bate-Seba e a morte de seu marido. Longe de mim comparar os líderes da Renascer ao homem segundo o coração de Deus, mas nesse momento de queda de Davi ele conseguiu reconstruir sua vida, primeiro reconhecendo seus pecados perante Deus, arrependendo-se dos mesmos, e posteriormente vemos Deus usando de sua misericórdia e bondade restaurando Davi.

Infelizmente no caso dos líderes da Renascer, eles tampouco tem a grande história de fidelidade ao Senhor como Davi tinha e tampouco reconhecem seus pecados, continuam defendendo-se do indefensável. Ora, dizer que por engano levaram dinheiro à mais para os EUA é uma afronta a nossa inteligência! Não estamos falando de pessoas como eu que nunca sairam do país! Eles são pessoas totalmente acostumadas com viagens internacionais, e ainda por cima dizer que este dinheiro era para pagar aluguéis de templos nos EUA? Num mundo altamente globalizado e tecnologico alguem ainda faz uma coisa como essa? Pessoas que aparentemente são cultas?

Senhores da Renascer, não afrontem nossas inteligências, não afrontem a Deus. Lembrem-se de Ananias e Safira que mentiram ao Espírito Santo e foram consumidos pelo fogo divino.

Espero de todo meu coração que eles possam, enfim, renascer na prisão. Abandonar as práticas do velho homem e nascer novamente para Deus, deixando as mentiras e falcatruas de lado.

Ainda peço a Deus que opere sua justiça sobre eles, sobre esta denominação e sobre este movimento neopentecostal herético de hoje. Não há mais como suportar esses escândalos no meio cristão.

Um comentário:

Fábio M. Silva disse...

oi amigo, tudo bem? Belo texto, oremos uns pelos outros. Deus o abençoe ricamente