terça-feira, 3 de julho de 2007

É por você

Ninguem sabe, mas é por você
Ninguem saberá, mas é por você
As coisas não são por acaso, é por você
Até o descaso, é por você
Eu nunca poderei falar, que é por você
Simplesmente posso sonhar, é por você
Quero não te ver, porque é por você
Quero e não quero te tocar, ah... é por você
O sorriso e o riso, claro, é por você
Quando a noite é mais bonita, é por você
Quando o sono é mais tranquilo, é por você
Quando a vida é mais bonita, é por você
Quando meus olhos brilham, é por você
Não imaginei que aconteceria assim por você
Quando estou perto de você, eu fico imagiando se sabe que é por você

Mas no mais íntimo eu me pego em meus devaneios,
poderia ser também por mim?

Nenhum comentário: