quinta-feira, 23 de agosto de 2007

De mim.

O choro incontido das noites vazias
A dor revelada pela angústia escondida
A morbidez dos meus pensamentos
A existência indiferente revelada

Sentimentos fúteis e vãos
Palavras jogadas e espalhadas
Memórias fugitivas que retornam
Cativeiro da alma

Votos não cumpridos
Entendimento tardio
Palidez escancarada
Falta de vontade

Hábitos problemáticos
Amores imaginários
Falsas esperanças
Loucuras e verdades

Incompreensão generalizada
Acusações levianas
Línguas que ferem
Orgulho sem sentido

Nenhum comentário: